Diário de uma Busca.


06/04/2008


Tempo, tempo, tempo...

Hoje as horas custaram a passar, quer dizer elas continuam custando a passar. Não. Falemos corretamente. Ontem as horas custaram a passar e hoje elas continuam custando a passar. Saudade. Espera. Ansiedade. Solidão. Tristeza. Insegurança. Esperança. Raiva. Inveja. E mais tristeza. E mais saudades. E mais esperança. Não, não é nada disso. Isso só são coisas da minha cabeça. E minha cabeça dói, e meus braços doem e eu não consigo dormir, nem relaxar... Eu- o-de-i-o-o-o-o-o-o-es-pe-ra-a-a-a-a-aa-a-aaa-a-aaaar! Mas, fazer o quê? No momento só o que me resta é esperar. Eu queria mesmo gritar para ver se diminui essa ansiedade. Corre tempooooooooooooooooooooooooooooo!!!

 

“Não importa o quanto você se importa, tem gente que simplesmente não se importa”* Shakespeare

 

* Eu acho que é assim, se não for perdoem-me.

Escrito por INCOMPREENDIDA às 02h08
[ ] [ envie esta mensagem ]
 

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Nordeste, SALVADOR, Rio Vermelho, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, Italian, Livros, Música
MSN - fauinlove@hotmail.com

Histórico