Diário de uma Busca.


02/12/2008


SAUDADE

Nossos silêncios, mais do que nossas conversas são algo ainda presente em mim. E aquela paz, deitada a seu lado, na sua cama, queria que fosse diferente. A sua, a nossa cama; o seu, o nosso corpo; a sua mente, minha. Meus olhos nos teus olhos. E agora, aqui sentada em frente a tela, revendo nossa foto do verão passado, ressuscito lembranças, tão distantes e tão presentes.

 

É tão difícil querer: querer fazer tudo certo e fazer tudo errado. Concretizar algo abstrato que dói dentro. Arrancar da mente, do corpo, do coração, da alma. Inventar outro Amor, fingir não-amor. Desprezar o desejo, fugir dos olhos nos olhos. Lembrar. Esquecer. Fingir. Fugir. E pensar: o pior de tudo é que a vida continua.

Escrito por INCOMPREENDIDA às 17h03
[ ] [ envie esta mensagem ]
 

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Nordeste, SALVADOR, Rio Vermelho, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, Italian, Livros, Música
MSN - fauinlove@hotmail.com

Histórico