Diário de uma Busca.


09/02/2009


Tempo Perdido

Sabe, eu fui uma garota precoce, entrei na escola com 1 ano, aprendi a ler com 3, terminei o segundo grau aos 16 e a faculdade aos 21.

Eu era uma menina de quem se esperava um futuro brilhante, todos esperavam isso, inclusive eu – mesmo perdida por ter que está sempre atendendo as expectativas alheias – esperava muito de mim.

Esperava ser bem-sucedida, esperava ter um trabalho que me realizasse, esperava um amor recíproco, enfim, esperava que as coisas continuassem fáceis para mim como sempre foram.

Mas, algo saiu errado no meio do caminho e a menina brilhante tornou-se uma mulher comum e confusa por não conseguir realizar os desejos dos que estavam ao seu redor, nem os seus próprios.

Hoje, quando penso que tenho quase trinta anos e que vou chegar neles sem ter realizado metade das coisas que sonhei, me sinto frustrada. Ao pensar no longo caminho que tenho a percorrer e olho para trás e vejo tanto tempo perdido, chego a pensar em desistir. O consolo é que agora eu estou buscando e fazendo o que Eu realmente quero e não tentando agradar os outros.

Assim, pude perceber a lição que a vida me mostrou: querer agradar os outros, contrariando a si mesmo, é pura perda de tempo.

E como eu não tenho mais todo tempo do mundo só estou buscando as coisas que valem a pena para mim.

 

 

04/02/2009

Escrito por IMCOMPREENDIDA às 01h53
[ ] [ envie esta mensagem ]
 

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Nordeste, SALVADOR, Rio Vermelho, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, Italian, Livros, Música
MSN - fauinlove@hotmail.com

Histórico