Diário de uma Busca.


04/03/2009


Bom! Como vocês já sabem, eu não sou muito boa em poesia, nem gosta de escrevê-las na verdade, mas de vez em quando acontece. Por isso, hoje vou postar essa poesia que escrevi num dia muito especial.

Espero que gostem!

 


 

Um dia eu amei um palhaço...

 

Mas, foi só um dia.

 

E pensar que eu não gostava de palhaços.

 

Só que este era diferente,

tinha um brilho especial nos olhos

e declamava poesias ao pôr-do-sol,

 

com seu sorriso largo de menino

pedia a toda a gente

um “sorriso de cinema”.

 

Ele sabia interpretar Clarice, cantar Chico,

e eu como poderia não me apaixonar?

 

aquela voz grave,

aquele momento mágico.

Tinta branca no rosto,

simplicidade nos gestos e

pureza no coração.

 

Eu amei este palhaço mago

que me fez feliz num dia.

 

Mas, o sol se pôs,

a noite veio,

a lua veio,

 

a tinta branca já saindo do rosto.

O sorriso ainda continuava,

o olhar, o perfume e os versos soltos no ar.

 

O dia passou,

o momento se foi,

o encanto ficou,

 

e eu segui para casa: Feliz!

Sabendo que um dia

Eu amei um palhaço.

 

Um único dia.

 

E pensar que eu não gostava de palhaços.

 

 

Imcompreendida 08/02/2009

 

Escrito por IMCOMPREENDIDA às 13h39
[ ] [ envie esta mensagem ]
 

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Nordeste, SALVADOR, Rio Vermelho, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, Italian, Livros, Música
MSN - fauinlove@hotmail.com

Histórico